Fase Bravo com 5.175 operacionais em terra a partir de dia 15

Lusa 10 Mai, 2014, 09:10 A fase Bravo de combate a incêndios florestais, a segunda mais crítica, começa no dia 15 e envolve no terreno ...

Lusa
10 Mai, 2014, 09:10

A fase Bravo de combate a incêndios florestais, a segunda mais crítica, começa no dia 15 e envolve no terreno 5.175 operacionais, 1.251 viaturas, 34 meios aéreos e 70 postos de vigia.
Os dados constam do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF), que refere ainda que os meios aéreos não serão disponibilizados logo no início da fase Bravo.

O dispositivo é reforçado este ano com mais 250 bombeiros e quatro meios aéreos relativamente ao ano passado e terá um custo de 85 milhões de euros.

A partir de dia 15, o combate a incêndios contará com oito meios aéreos, sendo que outros cinco serão disponibilizados a 01 de junho, 17 a partir de dia 15 de junho e os restantes quatro no dia 20 de junho, segundo disse à Lusa fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Sobre as expectativas em relação à época de incêndios deste ano, em declarações à agência Lusa, Paulo Fernandes, docente e investigador do departamento florestal da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), disse esperar que a área ardida fique "abaixo da média".

"Espero que as zonas que historicamente são percorridas por grandes incêndios tão cedo não voltem a arder", frisou.

Quanto à influência do inverno chuvoso na ocorrência de incêndios este ano, o investigador sublinhou que a ocorrência de chuvas não faz diminuir muito a ocorrência de incêndios, ao contrário do que se poderia pensar.

"Talvez no sul do país, o facto de ter chovido muito este inverno tenha alguma influência positiva na diminuição de fogos, mas no norte não é tanto assim, o que acontece quando chove muito é que, regra geral, a época de incêndios começa mais tarde porque as terras estão mais molhadas, assim como a vegetação, e levam mais tempo a secar", sublinhou.

Segundo o investigador, o que é mesmo "determinante" na época de incêndios são as temperaturas e também os ventos.

Sublinhou, a propósito, que, de maio a setembro, estão previstas temperaturas acima da média e que o outono também se prevê quente, o que "poderá levar a algum agravamento no que respeita aos fogos".

A Serra da Estrela, a zona de Oleiros e todo o maciço central -- entre Oleiros e Santarém -- são, segundo o investigador, algumas "zonas sensíveis" a que é preciso estar atento, uma vez que "não são atingidas por incêndios de grandes proporções há alguns anos".

De acordo com o inquérito realizado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), os danos diretos dos cinco grandes incêndios - Caramulo, Picões, Trancoso, Mondim de Basto e Covilhã - ocorridos em 2013 ascenderam a 34,2 milhões de euros (ME).

A soma (34,2 ME) resulta dos valores declarados pelos municípios atingidos e representa 0,02 do Produto Interno Bruto (PIB), tendo a área ardida sido de 27.918 hectares (0,30% do território).

A perda mais significativa, segundo o INE, verificou-se no incêndio do Caramulo, com 13,9 milhões de euros (40,6% do total), seguindo-se o incêndio de Picões, com cerca de 10 milhões de euros, sendo este o valor aproximado dos prejuízos causados no conjunto dos outros três grandes incêndios (Trancoso, Mondim de Basto e Covilhã

Durante a fase Bravo estão operacionais 512 equipas de vigilância terrestre, 315 equipas de vigilância e ataque inicial e 681 equipas de combate, segundo os dados disponibilizados pelo DECIF.

À fase Bravo -- que termina a 30 de junho -- sucede a fase Delta, considerada a mais crítica em incêndios, que decorre entre 01 de julho e 30 de setembro.

As várias fases no âmbito do combate a incêndios são: Alfa (01 de janeiro a 14 de maio), Bravo (15 de maio a 30 de junho), Charlie (01 de julho a 30 de setembro), Delta (entre 01 e 31 de outubro) e Echo (01 de novembro a 31 de dezembro).

COMMENTS

Blogger TemplatesMy Blogger TricksAll Blogger Tricks
Nome

Alterações Climáticas,4,Alto Minho,9,Crónicas,3,Destaques,3,Fogo Prescrito,7,Formação,2,Gestão Florestal,2,Incêndios Florestais,39,Meteorologia,6,Opinião,3,Prevenção,9,Técnica,9,Tecnologia,7,Uso do Fogo,2,
ltr
item
Fogos Florestais: Fase Bravo com 5.175 operacionais em terra a partir de dia 15
Fase Bravo com 5.175 operacionais em terra a partir de dia 15
http://1.bp.blogspot.com/-5qorvPQJcn4/U26mhZgNHpI/AAAAAAAAAzw/ZpSmIvFXRQw/s1600/decif2014.jpg
http://1.bp.blogspot.com/-5qorvPQJcn4/U26mhZgNHpI/AAAAAAAAAzw/ZpSmIvFXRQw/s72-c/decif2014.jpg
Fogos Florestais
http://www.fogosflorestais.pt/2014/05/fase-bravo-com-5175-operacionais-em.html
http://www.fogosflorestais.pt/
http://www.fogosflorestais.pt/
http://www.fogosflorestais.pt/2014/05/fase-bravo-com-5175-operacionais-em.html
true
6556109416670895325
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VIEW ALL Readmore Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All RECOMMENDED FOR YOU LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share to a social network STEP 2: Click the link on your social network Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy Table of Content